side-area-logo

Renave Zero Km passa a registrar veículos inacabados a partir deste mês

Renave Zero Km passa a registrar veículos inacabados a partir deste mês

Iniciativa da Secretaria Nacional de Trânsito visa combater fraude e clonagem de automóveis saídos da fábrica

A partir da próxima terça-feira (9), os veículos inacabados que passam por concessionárias entrarão no fluxo do Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave), um sistema de gerenciamento e controle de veículos em estoque, integrado ao Sistema Nacional de Veículos Automotores (Renavam). O intuito da iniciativa é combater a fraude do primeiro emplacamento e a clonagem de veículo zero quilômetro.

Até hoje, apenas os veículos saídos da fábrica completos faziam parte do registo. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), entende-se por inacabado todo o chassi e plataforma para ônibus ou micro-ônibus ou ainda chassis de caminhões, caminhonetes, utilitários, com cabine completa, incompleta ou sem cabine.

A ampliação do sistema Renave envolverá empresas que comercializam veículos que necessitem de complementação, como concessionárias que vendem veículos inacabados; revendedores atacadistas que não possuem fábricas no Brasil e vendem veículos com esse perfil; implementadores, transformadores e encarroçadores que trabalham com o mesmo produto.

Base de dados

O Renave foi desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran). Para dúvidas e informações adicionais acesse o link https://atendimento.serpro.gov.br/renave e selecione a opção “Suporte – Dúvidas referentes a utilização do sistema”.

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Paulo Menzel

×