side-area-logo

Via Viva 2022: ”Liderança em infraestrutura deve levar em conta aspectos socioambientais”, reforça Eustáquio

Via Viva 2022: ”Liderança em infraestrutura deve levar em conta aspectos socioambientais”, reforça Eustáquio

Seminário chega à sexta edição com participação de especialistas nacionais e internacionais para tratar dos avanços e da incorporação da agenda no setor

Via Viva 2022.jpeg

Seminário terá três mesas redondas com participação de autoridades e especialistas, brasileiros e internacionais – Foto: Ricardo Botelho/MInfra

Com foco na identificação de formas efetivas de incorporação de fatores ESG [sigla em inglês para ambiental, social e governança] nas políticas, planos, projetos e ações do Ministério da Infraestrutura, teve início nesta terça-feira (22) a sexta edição do seminário Via Viva. Com o tema Na Rota ESG: Oportunidades para o Setor de Infraestrutura de Transportes, a abertura do evento contou com a participação do ministro da Infraestrutura substituto, Bruno Eustáquio. Ele destacou o empenho da pasta nos últimos quatro anos em considerar os aspectos operacionais da sustentabilidade na formatação de projetos.

“Queremos ser líderes na provisão de infraestrutura na América Latina, mas sabemos que esse processo passa por um conjunto consistente de tomada de decisões que devem ser tomadas com segurança, com respeito às pessoas, aos aspectos socioambientais e com sustentabilidade”, afirmou Eustáquio. “Foram mais de cem ativos transferidos aos parceiros privados e quase R$ 120 bilhões em investimentos para as próximas décadas, todos levando em consideração os fatores ESG, em acordo com o mercado e com a sociedade brasileira. Nosso modelo de autorizações ferroviárias, nosso programa de incentivo à cabotagem, o BR do Mar, e nossos contratos rodoviários com cláusulas de redução da emissão de carbono também são exemplos de políticas que reafirmam o compromisso do governo com essa agenda”, destacou o ministro substituto.

A escolha do tema do seminário se deu tendo em vista a convergência com as melhores práticas internacionais, assim como o fortalecimento e alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e as diretrizes de sustentabilidade do MInfra. Em relação aos investimentos, projetos em sinergia aos padrões ESG apresentam menor risco, maior segurança e ampliam a possibilidade de emissão de títulos verdes e a atração de investidores.

“ESG São três letras que vão mudar o mundo. Aqui no MInfra já internalizamos esses conceitos desde 2019 e neste evento poderemos nos aprofundar na forma como enxergamos essas diretrizes em nosso ativos, nos processos que temos feito, alterado, modificado e acompanhado para que as boas práticas estejam sempre presentes no dia a dia da pasta”, reforçou a subsecretária de Sustentabilidade, Larissa Amorim.

Programação
O seminário segue até quarta-feira (23), com três mesas redondas com participação de autoridades e especialistas, brasileiros e internacionais, que abordarão os seguintes temas: Governança verde e infraestrutura de transportes; conjuntura ESG na infraestrutura de transportes; e perspectivas e estratégias para fortalecimento ESG. Todas as mesas serão transmitidas pelo canal do Youtube do MInfra.

Além disso, no primeiro dia de evento ocorrerá a entrega do Prêmio Via Viva 2022, que agraciará os concessionários (ferrovias, rodovias, aeroportos e portos) mais bem avaliados no Índice de Desempenho Ambiental (IDA) realizado por agências reguladoras vinculadas ao MInfra. Serão premiados os três primeiros colocados em cada categoria, num total de 22 vencedores. Na ocasião, também será lançado o livro Via Viva 2022, com artigos técnico-científicos submetidos, avaliados e aprovados por um comitê de professores, pesquisadores e profissionais altamente qualificados.

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Paulo Menzel

×