side-area-logo

Delta Air Lines anuncia os resultados financeiros do 4T20

Delta Air Lines anuncia os resultados financeiros do 4T20

No quarto trimestre, a perda antes dos impostos GAAP foi de US$ 1,1 bilhão e a perda por ação foi de US$ 1,19 sobre a receita total de US$ 4 bilhões. No trimestre reportado, o prejuízo ajustado antes dos impostos foi de US$ 2,1 bilhões e o prejuízo ajustado por ação foi de US$ 2,53 sobre a receita operacional ajustada de US$ 3,5 bilhões. No ano de 2020, registrou-se perda antes dos impostos GAAP de US$ 15,6 bilhões e perda por ação de US$ 19,49 sobre a receita total de US$ 17,1 bilhões. No ano de 2020, o prejuízo ajustado antes de impostos foi de US$ 9 bilhões, enquanto o prejuízo ajustado por ação foi de US$ 10,76 sobre a receita operacional ajustada de US$ 15,9 bilhões. A Delta encerrou 2020 com US$ 16,7 bilhões em liquidez.

Atlanta — A Delta Air Lines (NYSE: DAL) divulgou no dia 14 de janeiro (quinta-feira) os resultados financeiros do quarto trimestre e do ano de 2020 e detalhou suas perspectivas para o primeiro trimestre de 2021. Os destaques dos resultados do trimestre encerrado em dezembro e do ano de 2020 estão descritos no decorrer deste comunicado.

— Nossos resultados no quarto trimestre marcaram o ano mais difícil da história da Delta. Quero agradecer aos funcionários que estiveram conosco nesse período, concentrando-se em entregar resultados a todas as partes interessadas e colocando os clientes no centro de nossa recuperação — disse o CEO da Delta, Ed Bastian. — Embora os desafios continuem em 2021, estou otimista de que esse será um ano de recuperação e um ponto de virada que resultará em uma Delta ainda mais forte, retornando ao crescimento da receita, lucratividade e geração de caixa livre —.

Resultados financeiros do quarto trimestre — O prejuízo ajustado antes dos impostos de US$ 2,1 bilhões exclui quase US$ 1 bilhão de itens diretamente relacionados ao impacto da, e nossa resposta à, Covid-19, incluindo encargos relacionados aos salários de funcionários e alterações de benefícios, que foram compensados pela concessão do Programa de Apoio à Folha de Pagamento (PSP, na sigla em inglês) da Lei CARES e reconhecidos no referido trimestre.

A receita operacional ajustada de US$ 3,5 bilhões diminuiu de 69 por cento em uma capacidade vendável 62 por cento menor em relação ao mesmo período do ano anterior.

A despesa operacional total, que inclui US$ 930 milhões dos itens descritos acima, diminuiu US$ 5,2 bilhões em relação ao mesmo período do ano anterior. Ajustadas para esses itens e com a venda de refinarias a terceiros, as despesas operacionais totais se reduziram em US$ 4,6 bilhões, ou 47 por cento, no trimestre reportado em comparação com igual período do ano anterior, impulsionadas por menores gastos relacionados com capacidade e receita e forte gestão de custos em toda a empresa.

Ao longo do quarto trimestre, a queima de caixa foi de US$ 12 milhões por dia, em média, marcando uma redução de aproximadamente 90 por cento no consumo de caixa desde o fim de março.

Ao fim de 2020, a empresa tinha U$ 16,7 bilhões em liquidez, incluindo caixa e equivalentes de caixa, investimentos de curto prazo e linhas de crédito rotativo não utilizadas.

Resultados Financeiros do Ano de 2020 — O prejuízo ajustado antes dos impostos de US$ 9 bilhões exclui uma liquidez de US$ 6,6 bilhões em itens principalmente relacionados ao impacto da, e nossa resposta à, Covid-19.

A receita operacional ajustada de US$ 15,9 bilhões diminuiu 66 por cento ante uma capacidade vendável 61 por cento menor em relação ao ano anterior.

As despesas operacionais totais, que incluem US$ 4,3 bilhões de itens relacionados à Covid e outras, diminuíram US$ 10,8 bilhões em relação ao ano anterior. Ajustadas para esses itens e com venda de refinaria de terceiros, as despesas operacionais totais foram reduzidas em US$ 16,0 bilhões, ou 40 por cento, em 2020 em comparação com 2019.

Ambiente de Receita — A receita operacional ajustada de US$ 3,5 bilhões da Delta para o trimestre encerrado em dezembro caiu 69 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, uma melhoria de 10 pontos em relação ao trimestre finalizado em setembro de 2020. A receita de passageiros caiu 74 por cento dentro de uma capacidade vendável 62 por cento menor. As receitas não relacionadas a passagens superaram as receitas de passageiros, com receitas de carga 10% maiores em relação ao mesmo período do ano anterior e receitas totais do programa de fidelidade caindo 54%.

Em relação ao ano inteiro de 2020, a receita operacional ajustada caiu para US$ 15,9 bilhões, uma redução de 66 por cento sobre 2019, uma vez que a pandemia global afetou gravemente as viagens aéreas. As receitas de passageiros caíram 70 por cento em uma capacidade vendável 61 por cento menor. A receita total de fidelidade caiu 51 por cento e a remuneração da American Express caiu 30 por cento em comparação com o ano anterior, para US$ 2,9 bilhões.

— Vemos três fases distintas em 2021. O começo do ano será caracterizado por uma recuperação instável da demanda e uma curva de reserva que permanece comprimida, seguida por um ponto de inflexão e, finalmente, uma recuperação sustentada da demanda conforme a confiança do cliente ganha impulso, a vacinação se torna generalizada e os escritórios reabrem — disse o presidente da Delta, Glen Hauenstein. — Para cada fase, a Delta tem as alavancas para puxar e reagir com sucesso ao ambiente de demanda emergente, incluindo a combinação perfeita de nossa capacidade vendável com a demanda esperada—.

Desempenho de Custo — A despesa operacional total ajustada no quarto trimestre diminuiu US$ 4,6 bilhões, ou 47 por cento, em relação ao igual período do ano anterior, excluindo itens relacionados à resposta da empresa à Covid-19 e ao benefício da Lei CARES de US$ 1,4 bilhão. Isso resulta no CASM consolidado da Delta, ajustado, que é 4,5 por cento inferior ao mesmo período do ano anterior. Esse desempenho foi impulsionado por uma redução de US$ 1,3 bilhão, ou 64 por cento, nas despesas com combustível em relação ao mesmo período do ano anterior e uma diminuição de 51 por cento nas despesas de manutenção, além de menores despesas relacionadas a volume e receita. Os salários e custos correlatos caíram 34 por cento em comparação com igual período do ano anterior como resultado da diminuição de aproximadamente 20 por cento da força de trabalho da companhia, ou quase 18 mil funcionários, que optaram por deixar a empresa voluntariamente, além do impacto das licenças voluntárias não remuneradas, redução de horas de trabalho e outras iniciativas de redução de custos.

As despesas não operacionais no trimestre finalizado em dezembro aumentaram US$ 248 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior, ocasionadas principalmente por maiores despesas com juros decorrentes do aumento da dívida em que a empresa incorreu durante a pandemia de Covid-19.

— Reduzimos nossa queima de caixa média para US$ 12 milhões ao dia no quarto trimestre de dezembro, uma queda de quase 90 por cento desde os primeiros dias da pandemia, em março, à medida em que progredimos para atingir o equilíbrio de caixa no segundo trimestre de 2021 — disse o codiretor financeiro interino da Delta, Gary Chase. — Permanecer ágil e disciplinado com a estrutura de custos será a chave para nosso sucesso. E a combinação disso com um ambiente de demanda aprimorado nos permitirá retornar à geração de fluxo de caixa livre necessária para a redução da dívida—.

Balanço, Caixa e Liquidez — A Delta encerrou o quarto trimestre com US$ 16,7 bilhões em liquidez. O caixa usado nas operações durante o referido trimestre foi de US$ 1,3 bilhão. A queima diária de caixa foi, em média, de US$ 12 milhões no período, ante os US$ 24 milhões por dia no terceiro trimestre.

A empresa espera receber aproximadamente US$ 3 bilhões do Tesouro dos Estados Unidos com a extensão do Programa de Apoio à Folha de Pagamento no primeiro trimestre de 2021. Com esses fundos e uma estimativa de queima média de caixa de US$ 10 milhões a US$ 15 milhões ao dia no presente trimestre, a companhia espera encerrar o trimestre de março com aproximadamente US$ 18 milhões a US$ 19 bilhões em liquidez.

No final do quarto trimestre de 2020, a empresa tinha dívida total e obrigações de arrendamento financeiro de US$ 29,2 bilhões, com um débito líquido ajustado de US$ 18,8 bilhões — US$ 8,3 bilhões a mais sobre o ano anterior. A dívida total da companhia tinha uma taxa de juros média ponderada de 4,6 por cento no final do ano. Durante o referido trimestre, a empresa devolveu US$ 2,6 bilhões em suas linhas de crédito rotativas sacadas em março de 2020, US$ 3 bilhões associados ao empréstimo com 364 dias de prazo, firmado em março de 2020, e um vencimento de dívida não garantida de US$ 450 milhões. A empresa tem atualmente entre U$$ 9 milhões e US$ 10 bilhões em ativos não onerados, consistindo principalmente de aeronaves, motores e peças sobressalentes.

Ao fim do trimestre de dezembro, o passivo da Responsabilidade de Tráfego Aéreo da empresa era de US$ 4,5 bilhões, incluindo um passivo circulante de US$ 4 bilhões e um passivo não circulante de US$ 0,5 bilhão. Os créditos de viagem representam aproximadamente 65 por cento da Responsabilidade de Tráfego Aéreo no final do quarto trimestre. A companhia reembolsou mais de US$ 3 bilhões aos clientes em 2020 e estendeu o uso de certos créditos de viagem até dezembro de 2022 para proporcionar flexibilidade adicional aos clientes.

Destaques de 2020 — Em 2020, a Delta empreendeu uma série de iniciativas relacionadas à sua cultura e aos seus funcionários e à experiência e fidelidade dos clientes, bem como outras ações para proteger e restaurar o negócio e servir as comunidades que atende.

Cultura e Pessoas: A prioridade máxima da Delta durante a pandemia tem sido cuidar de nosso pessoal. As seguintes medidas foram tomadas para preservar a cultura da empresa, criar um ambiente mais inclusivo e proteger a saúde e segurança dos trabalhadores.

Evitar licenças involuntárias de funcionários dos Estados Unidos, proporcionando desligamento voluntário e programas de aposentadoria antecipada generosos, licenças voluntárias não remuneradas, compartilhamento de empregos e outras iniciativas.

Retardamento da propagação da Covid-19 com um extenso programa de testagem de funcionários, ao mesmo tempo em que ajuda a aliviar a pressão sobre o sistema de saúde ao oferecer vacinas contra gripe gratuitas para todos os colaboradores nos Estados Unidos.

Proteção aos funcionários com programas de garantia salarial para aqueles diagnosticados, expostos ou com alto risco de contrair Covid-19.

Abordagem da desigualdade racial sistêmica com o compromisso de dobrar os gastos com empresas de propriedade de negros e de dobrar a porcentagem de altos executivos e diretores negros até 2025; compromisso de aumentar a representação negra no Conselho de Administração da companhia; treinamento aprimorado dedicado à inclusão de funcionários; e união de forças com organizações e coalizões que promovem a igualdade e a justiça, incluindo OneTen, Operation HOPE e outras.

Reconhecimento pela Glassdoor como uma das Melhores Empresas para Trabalhar pelo quinto ano, ocupando, em 2021, a 7ª posição na lista de 100 grandes empresas, a melhor classificação que a Delta já recebeu.

Experiência e Fidelidade do Cliente: A abordagem inovadora e centrada no cliente da Delta concentra-se na saúde e segurança do passageiro e no aprimoramento da experiência de viagem durante os desafios da pandemia.

Bloqueio dos assentos do meio até pelo menos 30 de março de 2021. A Delta é a única grande companhia aérea dos Estados Unidos a assumir tal compromisso.

Lançamento dos primeiros voos do setor com passageiros testados para Covid de Atlanta para Roma e de Atlanta para Amsterdã sem quarentena na chegada.

Criação de uma organização de Limpeza Global e implementação do Delta CareStandard, compromisso contínuo de toda a organização com a limpeza e segurança que inclui exigência do uso de máscara, desinfecção regular de superfícies, uso de filtros HEPA de nível industrial a bordo e mais de 100 outras medidas para garantir uma experiência de viagem segura.

Eliminação das taxas de alteração para clientes dos Estados Unidos e taxas de redepósito/reemissão canceladas para membros SkyMiles; benefícios estendidos para associados com status Medallion até janeiro de 2022.

Entrega da Fase I do novo aeroporto de Salt Lake City e investimento acelerado nos aeroportos de Los Angeles e Nova York-LaGuardia para oferecer aos clientes instalações de última geração em nossa rede doméstica.

Ações Tomadas para Proteger e Restaurar os Negócios: A Delta tomou medidas rápidas e decisivas para mitigar o risco de liquidez no início da pandemia global. As transações de financiamento e iniciativas em prol da eficiência criaram uma estrutura de custos competitiva a longo prazo que ajudará na recuperação da companhia aérea.

Conclusão de mais de US$ 25 bilhões em transações de financiamento em 2020, incluindo o financiamento do SkyMiles no valor de US$ 9 bilhões, o maior financiamento de dívida na história da aviação.

Recebimento de US$ 5,6 bilhões em recursos do PSP por meio da Lei CARES, aprovados em março de 2020, sendo US$ 4 bilhões em fundos de doações, US$ 1,6 bilhão em empréstimos a juros baixos e emissão de garantias para mais de 6,7 milhões de ações. A diluição acionária da Delta de 1 por cento em 2020 foi atribuída principalmente a mandados emitidos de acordo com a Lei CARES.

Reestruturação da carteira de pedidos de aeronaves, reduzindo os compromissos de compra de aviões em US$ 2 bilhões em 2020 e US$ 5 bilhões até 2022.

Aceleração da estratégia de simplificação da frota, com 227 aeronaves aposentadas em 2020, reduzindo o número de famílias da frota de 13 para 11. A Delta prevê a retirada cumulativa de quase 400 aviões até 2025, simplificando ainda mais as famílias da frota para nove.

Redução das despesas operacionais ajustadas totais em 40 por cento em todo o ano de 2020, com uma diminuição de quase 50 por cento ou mais nos trimestres de junho, setembro e dezembro.

Servindo as Comunidades: a Delta continua a exibir seus valores de servir as comunidades e retribuir às pessoas que necessitam.

Apoio aos profissionais da saúde com a fabricação de 70 mil protetores faciais para estender a vida útil dos respiradores das essenciais máscaras N95, doação de aproximadamente 363 toneladas de lanches e bebidas para hospitais em 20 países e oferecimento de mais de 350 voos gratuitos para profissionais da área médica que viajaram para ajudar Estados que foram pesadamente impactados pela pandemia.

Doação de cerca de 453 toneladas de alimentos em todo o mundo e de milhões de kits de amenidades, cobertores e louças para agências de serviço social.

Manutenção do compromisso de servir às comunidades em parceria com a KABOOM! para construir cinco playgrounds e 750 bicicletas e entrega de 1.300 brinquedos e US$ 735 mil em doações para a Toys for Tots.

Doação de 4.731 litros de sangue para a Cruz Vermelha dos Estados Unidos, fazendo da Delta o doador corporativo de sangue nº 1 da Cruz Vermelha norte-americana pelo terceiro ano consecutivo.

Apoio e incentivo aos funcionários da Delta que doaram seu tempo e talentos para várias organizações e instituições de caridade.

Contabilidade da lei cares e outros encargos relacionados à Covid-19 — No quarto trimestre de 2020, o restante do montante de US$ 1,4 bilhão da concessão do PSP obtido por meio da Lei CARES foi reconhecido como uma contradespesa, que é refletida como “reconhecimento da concessão da Lei CARES” nas Demonstrações Consolidadas de Operações.

No quarto trimestre, a empresa registrou US$ 421 milhões em despesas de reestruturação, relacionadas principalmente a benefícios de funcionários e outras questões dentro de despesas operacionais.

ResultadoS DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO COMPLETO de 2020 — Os resultados do trimestre encerrado em dezembro e do ano de 2020 foram ajustados principalmente para o reconhecimento da concessão da Lei CARES, encargos de reestruturação e encargos de depreciação descritos neste comunicado.

Paulo Menzel

×