side-area-logo

Entrega de complexo viário transforma o dia a dia da população em Maceió (AL)

Entrega de complexo viário transforma o dia a dia da população em Maceió (AL)

MInfra também trabalha em outras frentes no estado, como melhorias em rodovias e garantia de investimentos através de leilões.

“A maior obra de mobilidade urbana de Maceió.” A afirmação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, mostra a importância do Complexo Viário BR-104/316/AL, inaugurado nesta quinta-feira (13), em Maceió. O empreendimento elimina o principal gargalo do trânsito da região metropolitana da capital alagoana, por onde passam mais de 50 mil veículos por dia, reduzindo o congestionamento e, principalmente, facilitando o acesso ao aeroporto Zumbi dos Palmares.

O novo complexo viário conta com três níveis, incluindo uma rotatória no plano da rodovia, dois túneis com duas faixas, além da passagem superior por um viaduto com três faixas – uma será exclusiva para o transporte público –, passeio e ciclovia.

A solução só foi possível por conta de um convênio entre o Governo Federal, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) e do MInfra, e o Governo de Alagoas. O Governo Federal investiu 100% dos recursos necessários (R$ 77,4 milhões), enquanto o governo estadual se comprometeu com as desapropriações necessárias e obras complementares de paisagismo e urbanismo.

“É uma entrega que vai desatar um nó para a população alagoana, que sofria com um trânsito pesado na região por conta do entrocamento de duas rodovias federais, e que agora vai poder chegar ao aeroporto de maneira mais rápida. E que, queira ou não, também contribuirá com o turismo, beneficiando quem desembarca em Maceió”, afirmou Tarcísio de Freitas.

Crédito: Ricardo Botelho/MInfra

AÇÕES – A entrega do complexo viário é só mais uma das ações do MInfra em Alagoas. Obras de duplicação acontecem ao longo da BR-101/AL, onde, inclusive, no fim do ano passado, foi entregue um viaduto na interseção com a BR-316, junto ao município de Pilar, encerrando um ponto crítico da rodovia, até então conhecido como Trevo da Morte. Também estão programadas a pavimentação e restauração de segmentos da BR-416/AL.

Além disso, ainda em 2021, estão previstos os leilões de arrendamento de quatro terminais no Porto de Maceió. Os dois primeiros devem ser o MAC13, destinado à movimentação e armazenagem de açúcar, e o MAC14, terminal para toras e cavaco de madeira. Na sequência, virão os leilões do MAC11 e do MAC12 destinados à granel líquido. Um total previsto de mais de R$ 340 milhões em investimentos no estado.

No fim do ano passado, um outro terminal (MAC10) destinado especialmente a carga de ácido sulfúrico, já havia sido arrendado, garantindo R$ 16,8 milhões de investimentos. O porto ainda deve ganhar nos próximos meses um terminal de passageiros, o que vai contribuir para a expansão do turismo de cruzeiros.

Em 2019, o aeroporto Zumbi dos Palmares foi concedido à iniciativa privada – junto de outros cinco terminais – no primeiro grande leilão da atual gestão do Governo Federal, tendo como operador a estatal espanhola Aena. No ano passado, foi eleito pelos usuários o melhor aeroporto do Nordeste, em pesquisa realizada pela Secretaria Nacional de Aviação Civil do MInfra.

Crédito: DNIT

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Paulo Menzel

×