side-area-logo

Governo do Paraguai declara emergência por baixo nível de rios

Governo do Paraguai declara emergência por baixo nível de rios

O governo do Paraguai aprovou uma lei declarando estado de emergência para a navegação nos rios Paraguai, Paraná e Apa. Segundo a imprensa local, a medida deve abrir espaço para fundos de emergência para dragar os rios. A falta de chuvas deixou os rios, elementos-chave na logística da exportação da região, em baixas históricas a níveis que impedem o trânsito normal de navios. A lei estipula que o governo possa alocar recursos para dragagem emergencial tanto no rio Paraguai quanto no rio Paraná.

A regulação permite que o governo gaste até US$ 21 milhões nas atividades, conforme o presidente da câmara de atividades marítimas do país, a CAFyM, Juan Carlos Munoz. A regulação também prevê que 70% dos recursos sejam usados nos trabalhos de dragagem no rio Paraguai e 30% no rio Paraná, na seção que vai de Confluencia até a represa de Yacyreta.

Os portos no rio Paraguai normalmente movimentam 70% da produção de soja do país, enquanto o resto dos volumes é embarcado dos portos do Rio Paraná. Normalmente, as embarcações carregam soja e derivados para os portos de Rosário, na Argentina, e Nueva Palmira, no Uruguai, para esmagamento ou exportação.

Por Agência Safras

Paulo Menzel

×