side-area-logo

C-390 Millennium, da Embraer, estreia no evento Nato Days, na República Tchec

C-390 Millennium, da Embraer, estreia no evento Nato Days, na República Tchec

A aeronave multimissão C-390 Millennium, da Embraer, fará sua estreia no evento Nato Days, que ocorre entre os dias 17 e 18 de setembro(sábado e domingo) em Ostrava, na República Tcheca. Além da aeronave, a Embraer divulgará seu portfólio completo para os mercados de defesa e segurança, com produtos e soluções inovadoras que estão presentes em mais de 60 países.

Recentemente, a Embraer concluiu com sucesso os testes em voo da campanha de certificação do Sistema Modular Aerotransportável de Combate a Incêndios (MAFFS II, na sigla em inglês), que fornece ao C-390 Millennium a funcionalidade necessária para realizar a missão de Combate a Incêndio Florestal (CIF).

O C-390 Millennium e sua configuração de reabastecimento aéreo, o KC-390, são a nova geração multimissão de transporte militar que oferecem mobilidade e capacidade de carga incomparáveis, rápida reconfiguração, alta disponibilidade, conforto aprimorado e segurança, bem como gerenciamento otimizado de custos operacionais reduzidos ao longo de seu ciclo de vida, tudo em uma única plataforma.

Desde a primeira entrega à Força Aérea Brasileira (FAB), o KC-390 Millennium tem comprovado sua capacidade, confiabilidade e desempenho. A atual frota de KC-390 da FAB é composta por cinco unidades e já ultrapassou 6.800 horas de voo em operação, com uma taxa superior a 99% de cumprimento de missão, com mais de 80% disponibilidade operacional, demonstrando excelente disponibilidade e produtividade em sua categoria.

Em junho de 2022, o Ministério da Defesa da Holanda anunciou a seleção do C-390 Millenium para substituir a atual frota de C-130 Hercules. A Holanda, que terá uma frota de cinco C-390, destacou na escolha o desempenho e a produção operacional da aeronave.

As Forças Armadas de Portugal e as Forças de Defesa da Hungria irão iniciar as operações com o KC-390 em 2023 e 2024, respectivamente. As frotas dos dois países serão configuradas para realizar reabastecimento aéreo e serem totalmente compatíveis com as operações da OTAN, não apenas em termos de hardware, mas também em aviônica e comunicações. A frota das Forças de Defesa da Hungria será a primeira do mundo a contar com a configuração de uma Unidade de Terapia Intensiva, característica essencial para a realização de missões humanitárias.

http://www.revistafatorbrasil.com.br/ver_noticia.php?not=423513

Paulo Menzel

×