side-area-logo

Siemens Energy reduziu suas emissões no Brasil em 57% nos últimos sete anos

Siemens Energy reduziu suas emissões no Brasil em 57% nos últimos sete anos

O tema economia de baixo carbono ganha força entre as empresas globais. A Siemens Energy também vai nessa direção e já conseguiu números bem positivos neste sentido em sua operação no Brasil. A companhia já diminuiu suas emissões no país em 57% no período de 2014 a 2020 e tem a meta de atingir uma redução de 100% até o ano de 2030.

Além de olhar para dentro de casa, a Siemens Energy também tem ajudado na redução de emissões de seus clientes em todo o mundo. A empresa afirma que essa diminuição somou mais de 48 milhões de toneladas de dióxido de carbono durante o ano fiscal de 2019 (outubro de 2018 a 31 de setembro de 2019). As atividades e ofertas da Siemens em descarbonização estão agrupadas em três áreas: aumento de eficiência, hibridização e descarbonização profunda.

Além de prover tecnologias que auxiliam nossos clientes a descarbonizar suas operações e atender com excelência a demanda mundial por energia acessível e confiável, para a Siemens Energy é fundamental investir em iniciativas que contribuem para alcançarmos gradativamente a neutralização das emissões de carbono em nossas operações. Para cumprirmos com esse compromisso, precisamos de uma abordagem holística, com soluções de curto, médio e longo prazo que impulsionem o desenvolvimento sustentável”, disse o diretor-geral da Siemens Energy Brasil, André Clark.

A Siemens Energy tem uma meta global de se tornar neutra em emissões até 2030. Para ajudar nesse projeto, a empresa criou um fundo interno de investimentos para projetos de neutralização de CO2. Esse programa foi implementado no Reino Unido e será agora replicado no Brasil. Nessa iniciativa, cada área de negócio da companhia irá contribuir com um valor proporcional às emissões de suas operações, sendo que 1 tonelada de carbono equivalerá a US$ 40.

Fonte: Petro Notícias

Paulo Menzel

×